Brasileira cria livro infantil para quebrar o preconceito contra novas formas de família

Por que a gente costuma pensar em família como “mãe + pai + filhos” quando, na verdade, ela existe nas mais diferentes configurações? Dois pais, duas mães, mãe solteira, pai solteiro, criança criada pela avó, pela tia, amigos e pessoas com animais de estimação formam suas famílias e são muito felizes assim. No entanto, o preconceito ainda existe, principalmente quando o assunto é família homoparental. A fim de ajudar no combate a esse preconceito, uma designer brasileira criou o “Tenho Dois Papais“, um livro infantil que traz uma história comum sobre uma família composta por dois pais.

A mineira Bela Bordeaux desenvolveu o livro como projeto de conclusão do curso de Design Gráfico na Universidade de Estado de Minas Gerais e agora quer levar o livro para casas e bibliotecas em todo o Brasil por meio do Catarse, um site de financiamento coletivo. Indicado para crianças de 3 a 6 anos, o livro conta a história do filho de Beto e Leo, um garoto bastante serelepe.

Vamos mostrar às nossas crianças que não existe família certa ou errada, o que importa é cuidado, carinho e sentimento“, afirma o texto do projeto no Catarse. Até agora o projeto já atingiu mais de R$ 5 mil em crowdfunding.

Veja mais:

tenho-dois-papais

tenho-dois-papais2

tenho-dois-papais3

tenho-dois-papais4

tenho-dois-papais5

tenho-dois-papais6

tenho-dois-papais7

tenho-dois-papais8